Reino Unido | Colégio adota cachorra para ajudar os alunos com os exames

O Tavistock College, em Plymouth, no Reino Unido, decidiu empregar uma cachorra a tempo inteiro para ajudar os alunos a lidar com o stress.

De acordo com o Plymouth Herald, Schola é uma menina da raça Setter Irlandês, que convive diariamente com 100 alunos e todos aqueles que trabalham no colégio, sendo o cão oficial da escola.

Com 4 meses de idade, Schola já conquistou os alunos e até os ajuda a ficar mais calmos e a lidar com o stress dos exames.

O seu nome foi escolhido entre mais de 300 sugestões dos alunos e apresentado à assembleia do colégio quando tinha apenas 9 semanas de idade.

A professora Sarah Jones diz que Schola adora o seu trabalho desde o primeiro momento e que passeia alegremente pelos corredores, a abanar a cauda, entre alunos e empregados.

Antes de entrar para a sala, os alunos – e até alguns professores – dão uma festinha na pequena cachorra para ter sorte nos exames.

Esta parece ter um aptidão natural para se sentar junto dos jovens que estão mais preocupados e ansiosos. E já começam a surgir os primeiros resultados da presença de Schola e de como esta acalma os alunos e os ajuda a gerir o stress.

No dia-a-dia, Schola parece sempre interessada no que se passa e quer participar em todos os jogos que decorrem na escola.

 

 

Artigos relacionados

Gato perdido no aeroporto de Lisboa foi encontrado debaixo de um contentor

Jackie, um gato que deveria ter embarcado para o Funchal com a sua dona, estava desaparecido desde 21 de dezembro, mas foi resgatado na passada sexta-feira.

Duas centenas de pessoas marcharam em Lisboa pelos “direitos de todos os animais”

As duas centenas de manifestantes que se manifestaram em Lisboa querem acabar com a distinção entre os animais de que gostamos e os animais que comemos.

O menino autista que recebeu o melhor presente de aniversário de sempre

Uma surpresa em dia de aniversário. Um menino autista, chamado Andrew, recebeu o melhor presente no dia em que comemorou 14 anos de vida.