Presidente da Associação Zoófila Portuguesa acusada de abuso de confiança

Presidente da Associação Zoófila Portuguesa acusada de abuso de confiança

Ana Fernandes, a presidente demissionária da Associação Zoófila Portuguesa (AZP) é acusada de utilizar a associação para proveito próprio, através de serviços prestados por uma empresa que está em seu nome.

A presidente demissionária da AZP, Ana Fernandes, deputada do PAN de Odivelas, é acusada por vários membros e funcionários da anterior e atual direção de realizar “negócios consigo própria”, tendo sido alvo de uma queixa-crime por abuso de confiança, feita pela atual presidente do Conselho Fiscal (CF), Luísa Coelho.

Segundo o Observador, em causa irregularidades imputadas a Ana Fernandes, especialmente o facto de esta ter registada em seu nome uma empresa que prestou e cobrou serviços à AZP, quando a associação criou, em 2014, um hospital veterinário que terá custado 150 mil euros. Segundo o Conselho Fiscal, a Izumix, a empresa que está registada em nome de Ana Fernandes,  recebeu mais de 25 mil euros em pagamentos — 11 mil relativos ao “acompanhamento” da construção do hospital e o restante como retribuição de serviços que o CF considera não clarificados.

Quando Raquel Leite, uma sócia e ex-membro da direção, exigiu respostas sobre a empresa e a sua relação com a associação, foi convocada uma assembleia geral extraordinária. Luísa Coelho acusou Ana Fernandes de “fazer negócios consigo mesma”, de utilizar o dinheiro da associação e não entregar nenhuma documentação ao CF e de ser incoerente na justificação dos pagamentos à sua empresa.

Ana Fernandes afirmou ao Diário de Notícias que as decisões foram sempre tomadas com autorização da direção e lembrou que as contas sempre foram aprovadas pelo CF. Negou ainda a cobrança de serviços por parte da sua empresa à AZP e disse que os órgãos sociais sempre souberam da sua relação com a empresa.

Entre outras irregularidades estarão também a compra de um telemóvel por 843€ sem decisão colegial prévia e a aquisição de mais de 3.000€ em ração fora de prazo da marca de que a empresa de Ana Fernandes detinha a representação.

Fonte: Observador

Artigos relacionados

Espanha | Forte tempestade de granizo mata animais

Uma forte tempestade de granizo fez-se sentir em algumas regiões no norte de Espanha na última semana.

OMV reativa esforços para ajudar os animais afetados pelos incêndios

A Ordem dos Médicos Veterinários vem demonstrar a sua total disponibilidade para ajudar todos os animais afetados através da coordenação dos diversos Médicos Veterinários que já estão no terreno.

Dona procura gato em aeroporto de Barcelona há… 18 dias

Desde o dia 10 de março que o Itchi, um gato de 5 anos e meio, desapareceu no aeroporto de El Prat, em Barcelona, Espanha.