Fotógrafa portuguesa vence Dog Photographer of the Year

O Kennel Club anunciou os vencedores do seu concurso anual de fotografia de cães – Dog Photographer of the Year. No seu 12º ano, a competição internacional recebeu cerca de 10.000 participações de 74 países.

Maria Davison, fotógrafa de Lisboa (Portugal), foi selecionada como a grande vencedora da competição, com uma fotografia de uma cadela bebé a descansar junto aos pés da sua dona. Esta imagem foi também a vencedora da categoria “Man’s Best Friend”, com o título “A Girl’s Best Friend“.

DPOTY Overall Winner © Maria Davison - The Kennel Club

A vencedora começou a tirar fotografias dos seus cães e gatos há 3 anos e recentemente iniciou o seu negócio de fotografia de animais – ‘basti | pet photography – e os seus animais de estimação continuam a ser a sua maior inspiração.

Podemos acompanhar o trabalho de Maria Davison no seu website, seguir a página de Facebook e do Instagram.

Depois de descobrir que venceu a maior competição do mundo de fotografia de cães, Maria Davison comentou: “Esta fotografia já era muito especial para mim e uma das quais me orgulho mais. Para além de ser um momento muito bonito e verdadeiro que tive o prazer de capturar, mostra a forte ligação entre uma grande amiga minha e a sua cadela Yzma. Ganhar não só a categoria Man’s Best Friend como também a competição em geral com esta fotografia é muito especial para mim.”

19225967_855709124576496_2255953511550786500_n

Conheça os vencedores e restantes finalistas das 10 categorias da competição Dog Photographer of the Year 2017 no website da Competição.

Dog Portrait (Retrato) – Anastasia Vetkovskaya, da Rússia, com uma imagem a preto e branco de um Galgo Afegão.

Man’s Best Friend (Melhor Amigo do Homem) – Maria Davison, de Lisboa (Portugal), com uma fotografia de uma cadela bebé a descansar junto aos pés da sua dona.

Dogs at Play (Cães a Brincar) – Kaylee Greer, dos Estados Unidos, com uma foto do cão Petey a brincar na costa sul de Boston.

Dogs at Work (Cães em Treino) – Sarah Caldecott, do Reino Unido, com um retrato da cadela Rita da raça Pointer Inglês.

Puppy (Cachorro) – Mirjam Schreurs, da Holanda, com uma fotografia de um Boxer bebé chamado Tyson.

Oldies (Velhotes) – John Liot, de Jersey, com um retrato de Kelly, uma cadela de 12 anos.

I Love Dogs Because… (Eu adoro Cães porque…) para participantes dos 12 aos 17 anos – Julian Gottfried dos Estados Unidos.

Young Pup Photographer (Jovem Fotógrafo de Cães) para participantes até aos 11 anos – Dylan Jenkins, de 8 anos, do Reino Unido.

Assistance Dogs (Cães de Assistência) – Alasdair MacLeod, do Reino Unido, venceu com uma imagem de Megan, uma cadela ex-voluntária no Canine Concern Scotland em visita a Duncan, um ex-militar de 95 anos que se encontra num lar de idosos.

Rescue Dogs (Cães Resgatados), para cães que estão ou estiveram em associações – Alexandra Robins, do Reino Unido, com um retrato íntimo de Chloe, uma cadela adotada, e o seu cuidador na Associação Bath Cats and Dogs Home.

O Kennel Club Charitable Trust vai doar 500 libras às associações escolhidas pelos vencedores: Therapet e Bath cats and Dogs Home respetivamente.

O grande vencedor da competição irá receber uma pintura a óleo original da sua imagem feita pela artista Sara Abbott e um dia de formação VIP com o fotógrafo de cães Andy Biggar, ex-participante do concurso que obteve por duas vezes um lugar no pódio.

Todas as fotografias vencedoras, assim como as imagens que conseguiram um lugar no pódio em cada categoria vão estar em exposição no Kennel Club, em Londres, de 26 de junho até 31 de agosto de 2017.

A exposição está aberta ao público através de marcação. Quem desejar fazer uma visita deverá contactar o Gabinete de Arte do Kennel Club através do e-mail: artgallery@thekennelclub.org.uk

Artigos relacionados

O maior Centro de Reabilitação de Animais Marinhos da Europa é em Ílhavo

Veja o vídeo de apresentação do maior e mais recente Centro de Reabilitação de Animais Marinhos da Europa situado em Ílhavo, Aveiro, que tem capacidade para receber anualmente cerca de 1.000 animais marinhos, entre aves, mamíferos e tartarugas.

Espanha | Há 64 crias de urso-pardo na Cordilheira Cantábrica

O censo de 2016 da Fundación Oso Pardo contabilizou 40 ursas com 64 crias, nos dois núcleos populacionais, o que demonstra bem o processo de recuperação do urso pardo na Cordilheira Cantábrica.

Yeti, o ovo surpresa do Jardim Zoológico

A Páscoa chega ao Jardim Zoológico e traz consigo muita animação. Promoção de bilheteira, duas caças aos ovos de chocolate e um ovo surpresa.