EUA | Assassino de gatos preso por 16 anos

Nos EUA, um homem de San Jose foi sentenciado a 16 anos de prisão pela morte de 21 gatos e abuso sexual de um gato morto, um resultado agridoce para aqueles cujos animais começaram a desaparecer há cerca de 2 anos.

Robert Roy Farmer, de 26 anos, foi preso em outubro de 2015, pelos crimes que chocaram a comunidade de Cambrian Park, local onde a maioria dos gatos foram sequestrados.

Esta bizarra saga teve início em setembro de 2015 quando os gatos começaram a desaparecer misteriosamente na vizinhança de Cambrian Park. Espalharam-se histórias entre vizinhos sobre um homem visto a tentar colocar dois gatos dentro de uma mochila. Um dos gatos conseguiu escapar e foi tratado por um médico veterinário a uma “dentada, mas que não era a dentada de um animal, e a um ferimento ensanguentado na cabeça”, disse David Stine, residente em Cambrian.

Apareceram vários gatos mortos. Até que as imagens da câmara de vigilância de Miriam Petrova mostraram um homem jovem a agarrar um gato laranja tabby de 17 anos, chamado GoGo, no alpendre da frente da sua casa. Os vizinhos ajudaram a polícia de San Jose a identificar Farmer como o homem do vídeo, mas GoGo nunca foi encontrado.

59862312

Farmer foi encontrado na manhã de 8 de outubro de 2015 num parque de estacionamento. Estava a dormir dentro do seu carro com um gato morto. Pedaços de pele e sangue cobriam o interior do veículo, no qual a polícia também encontrou umas luvas e uma faca de caça.

O caso teve uma reviravolta chocante quando o relatório da necropsia identificou sinais de abuso sexual na gata laranja tabby encontrada no interior do carro.

A juíza ordenou ainda que Farmer não pode ter contacto com gatos nos 10 anos seguintes a sair da prisão e tem de se manter afastado da zona de Cambrian Park.

Fonte: The Mercury News

 

 

Artigos relacionados

O Ouriço Europeu está em declínio! Mas é possível ajudar!

A Amigos Picudos – Associação para a preservação e proteção dos ouriços lançou uma campanha de crowdfunding para concretizar o projecto “CRIDO” – Centro de Recuperação e Interpretação do Ouriço.

Cerca de 300 baleias encontradas mortas numa praia da Nova Zelândia

Mais de 300 baleias-piloto morreram depois de terem ficado encalhadas na remota Baía Dourada, situada no noroeste da ilha Sul.

Pedrógão Grande: Veterinários dão cinco mil euros para repovoamento de animais

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) entregou hoje à Câmara de Pedrógão Grande mais de cinco mil euros para ajudar ao repovoamento de animais, ovinos e caprinos, após os incêndios do verão passado.