Espécie de animal extinto em 1936 foi avistada por centenas de pessoas na Austrália

Espécie de animal extinto em 1936 foi avistada por centenas de pessoas na Austrália

Alguns tigres da Tasmânia foram avistados por várias centenas de pessoas no Norte de Queensland, na Austrália. Uma espécie cujo último animal morreu… em 1936, no Jardim Zoológico de Hobart, na Tasmânia. Além disso, ao que tudo indica, estes animais terão sido extintos há 2 mil anos no seu habitat natural, na Austrália continental.

Os investigadores estão já a debruçar-se sobre o caso, investigando os relatos e uma equipa que está à procura do animal no terreno, da Universidade James Cook. Apesar de haver alguma inconsistência nos relatos, o professor Bill Laurance disse, segundo o The Telegraph, que está a dar-se crédito ao relato de duas pessoas que confessam ter visto esta espécie na península de Cape York.

Bill Laurance revelou ainda que os avistamentos aconteceram, todos, à noite. “Num dos casos, foram avistados quatro animais a uma curta distância – cerca de 20 pés (pouco mais de seis metros) – com uma lanterna”, resumiu.

Esta espécie tem traços idênticos aos dingos, cães selvagens e porcos selvagens.

Artigos relacionados

Temos a vida deles nas nossas mãos!

No “Dia Mundial do Animal”, a Petable pretende fazer a diferença na vida de um patudo especial através da campanha “Temos a vida deles nas nossas mãos!”.

Marco de Canaveses | Inauguração do Centro de Bem-Estar Animal e CRO

Foi inaugurado a 22 de julho o Centro de Bem-Estar Animal e Centro de Recolha Oficial (CRO) do Marco de Canaveses, na freguesia de Vila Boa do Bispo. Um investimento de 200 mil euros, que surgiu da adaptação de uma escola desativada e que vai albergar mais de 200 animais.

Investigadores conseguem atrasar progressão da doença de Machado-Joseph em animais

Investigadores do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) da Universidade do Minho demonstraram ser “possível atrasar a progressão” da doença de Machado-Joseph em animais.