Houve um cão que sobreviveu ao trágico incêndio de Pedrógão Grande

Houve um cão que sobreviveu ao trágico incêndio de Pedrógão Grande

Um verdadeiro milagre. Um cão, que estava perto da N236, já conhecida como a estrada da morte, sobreviveu ao trágico incêndio de Pedrógão Grande, que fez dezenas de vítimas mortais.

As imagens abaixo divulgadas foram captadas por um drone, que mostrou o cão ao lado de um bebedouro e preso com uma trela, perto de uma garagem que ficou totalmente destruída.

De acordo com um pedido de ajuda para este cão, uma voluntária da Associação Agir pelos Animais e a VetFigueiró deslocaram-se ao local para verificar a situação.

Tendo sido publicado na página de Facebook da Agir pelos Animais:
“Tem chip registado, através do qual foi identificado e contactado o dono. NINGUÉM DA FAMÍLIA FALECEU NO DECORRER DESTA TRAGÉDIA. OS DONOS ESTÃO VIVOS e o patudo não está abandonado, nem esquecido. A parte da frente da casa foi atingida, mas a parte onde este patudo e outros animais se encontram está intacta e eles estão bem, não apresentando sequelas aparentes causadas pela proximidade do fogo e têm comida e água à disposição.”

 

ARTIGOS RELACIONADOS
Como pode ajudar os animais afetados pelo incêndio
Colaboração da OMV às populações afetadas pelos incêndios
Cadela salva família das chamas em Pedrógão Grande

 

Artigos relacionados

Homem gera onda de indignação ao divulgar foto do seu cão com cinco tatuagens

A fotografia de um Bull Terrier branco foi muito criticada nas redes sociais.

Royal Canin lança campanha solidária

A Royal Canin promove a campanha solidária “Operação Quilo 2017”, através da qual, na compra de 1 kg de alimentos Royal Canin, a marca irá reembolsar 1€ e oferecer 1 kg de alimento a duas Associações de Proteção Animal.

Dois novos Educadores na ÂNIMAS

A ÂNIMAS congratula-se pela chegada à sua equipa de dois novos Instrutores Caninos, Carlos Costa e Abílio Leite, que se especializaram em Cães de Assistência para Crianças com Autismo, na Fundação Bocalán.