Brasil | Cães apanha-bolas regressaram ao torneio de ténis de São Paulo

O torneio de ténis de São Paulo, no Brasil, alusivo ao circuito principal do profissionalismo, voltou a contar com cães apanha-bolas durante um encontro de exibição, à semelhança do que aconteceu nas duas últimas edições do evento paulista.

Bobby, Duda, Gabriel, Kika, Mel e Thor, que têm entre 1 e 5 anos de idade, foram os seis cães escolhidos para mostrar todo o talento enquanto apanha-bolas, numa partida que reuniu os tenistas brasileiros Eduardo Russi Assumpção e Gustavo Pereira, bem como o sul-americano Daniel Orsanic, selecionador nacional da Argentina na Taça Davis, maior competição masculina por equipas.

Os cães que participaram nesta iniciativa foram abandonados e estão agora à espera de encontrar uma nova família. Por enquanto, são acolhidos pelos ‘Patinhas Unidas’, um grupo de amigos que se uniu para salvar animais.

Artigos relacionados

Proprietário dos cinco mil coelhos penhorados já tinha sido responsável por uma exploração de suinicultura

José Flávio Moreira já foi responsável por uma exploração de suinicultura, encerrada em 2014, devido ao facto de os animais terem sido “deixados à fome”, segundo avança o JN. 

Cães podem ir com os donos para a Nestlé Portugal

A Nestlé Portugal anunciou esta semana que os cães dos seus 800 colaboradores passam a poder ir para os escritórios da sua sede todos os dias e a qualquer hora.

Brinquedos, comida ou pessoas? Estudo revela que gatos domésticos preferem pessoas

Um estudo realizado por um grupo de investigadores da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, concluiu que, entre brinquedos, comida e pessoas, os gatos domésticos escolhem a terceira opção.