Cadela salva família das chamas em Pedrógão Grande

Carlota Joaquina Serpa Pinto foi salva pela sua cadela durante o trágico incêndio que matou dezenas de pessoas em Pedrógão Grande. A história foi partilhada pela habitante na sua página de Facebook, revelando que a sua cadela, Giovanna, não parou de ladrar até acordar a dona e a sua mãe, às quatro da madrugada.

A cozinha estava cheia de fumo e a casa da vizinha a arder. Com a ajuda de todos, chamaram os bombeiros, que demoraram cerca de meia hora a chegar, segundo contou Carlota Pinto. “Ninguém se magoou, apenas ‘engolimos’ fumo”, escreveu.

 

ARTIGOS RELACIONADOS
Como pode ajudar os animais afetados pelo incêndio
Houve um cão que sobreviveu ao trágico incêndio de Pedrógão Grande
Colaboração da OMV às populações afetadas pelos incêndios

Artigos relacionados

Cão salva dona de ataque de cobra venenosa, mas morre 30 minutos depois

Um cão de raça Yorkshire Terrier está a ser considerado um verdadeiro herói depois de ter salvo a vida à sua dona Louise, de 42 anos.






Veterinários preocupados com venda sem receita de antibióticos para animais

A Ordem dos Médicos Veterinários manifestou-se preocupada com a venda sem receita médica de antibióticos para animais denunciada pela Deco e alertou para a dificuldade de tratar algumas doenças causadas por bactérias cada vez mais resistentes.






Sacramento (EUA) proíbe a venda de cães, gatos e coelhos em lojas

Sacramento junta-se às mais de 200 cidades que proíbem a venda de cães, gatos e coelhos em lojas de animais nos EUA, num esforço de terminar com as “puppy mill”.