Cadela salva família das chamas em Pedrógão Grande

Carlota Joaquina Serpa Pinto foi salva pela sua cadela durante o trágico incêndio que matou dezenas de pessoas em Pedrógão Grande. A história foi partilhada pela habitante na sua página de Facebook, revelando que a sua cadela, Giovanna, não parou de ladrar até acordar a dona e a sua mãe, às quatro da madrugada.

A cozinha estava cheia de fumo e a casa da vizinha a arder. Com a ajuda de todos, chamaram os bombeiros, que demoraram cerca de meia hora a chegar, segundo contou Carlota Pinto. “Ninguém se magoou, apenas ‘engolimos’ fumo”, escreveu.

 

ARTIGOS RELACIONADOS
Como pode ajudar os animais afetados pelo incêndio
Houve um cão que sobreviveu ao trágico incêndio de Pedrógão Grande
Colaboração da OMV às populações afetadas pelos incêndios

Artigos relacionados

Anaconda mata Pit Bull e depois é morta por grupo de jovens no Brasil

Uma anaconda com cerca de cinco metros de comprimento foi morta por um grupo de jovens em Novo Airão, no Brasil, na sequência de um ataque da cobra a um cão de raça Pitbull, que não resistiu e também acabou por morrer.






Marisa Quaresma dos Reis é a nova Provedora dos Animais de Lisboa

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou esta terça-feira, 4 de julho, a designação da investigadora e professora universitária Marisa Quaresma dos Reis como Provedora dos Animais.






Açores | Canil da Ilha Terceira lança campanha

O Canil Intermunicipal da Ilha Terceira está a promover uma campanha de adoção dirigida aos residentes do concelho de Angra do Heroísmo, na qual oferece, conforme seja cão ou gato, a esterilização, microchip e vacina da raiva.