ÂNIMAS entrega mais um Cão de Assistência

A ÂNIMAS entregou mais um Cão de Assistência gratuitamente, após “Mira” e Elisabeth, mãe do Victor, terem realizado e superado os exames teórico e prático, tornando-a oficialmente Cão de Assistência.
A “Mira” é uma cadela que foi resgatada das ruas do Porto pela Presidente da Assembleia Geral da ÂNIMAS, Professora Fernanda Martins. Ao fim de um ano de reabilitação foi avaliada pela Comissão de Instrutores da ÂNIMAS e iniciou o processo de instrução para ser um Cão de Assistência. Tendo iniciado o processo de acoplamento (introdução na família) em finais de maio.

Desde que a “Mira” acompanha o Victor que:
» As suas convulsões diminuíram drasticamente;
» O stress com as injeções diárias desapareceu, pois quando as toma, está acompanhado pela “Mira”;
» A coordenação motora melhorou;
» Aumentou e melhorou o vocabulário, passou a concentrar-se durante mais tempo e já não precisa de ter a companhia dos seus familiares a tempo inteiro;
» Nas palavras do pai, a “Mira” ajudou o Victor e toda a família a serem mais felizes.

A ÂNIMAS agradece o trabalho realizado pelo Instrutor de Cães de Assistência Eng. António Correia Neves.

Nas fotografias está a Presidente da ÂNIMAS, Professora Liliana de Sousa, a mãe Elizabeth Almeida Deschauer, o Victor e a “Mira”, e alguns momentos do exame prático.

Artigos relacionados

Jardim Zoológico celebra o Dia da Criança com música, animação e muitas onomatopeias

O melhor do mundo são as crianças e, para celebrá-lo, o Jardim Zoológico propõe três dias muito especiais, repletos de gargalhas e de onomatopeias, que prometem fazer deste o melhor Dia da Criança de sempre.

Certificação de treinadores de cães perigosos e potencialmente perigosos

A DGAV informa que estão abertas as inscrições para o 1º Curso do Sistema de Avaliação para Certificação de Treinadores de Cães Perigosos ou Potencialmente Perigosos (SACT), a realizar na semana de 19 a 22 de setembro.

O gato Jimmy foi encontrado pelos donos passados quase 3 anos

Susan Zelitsky perdeu o seu gato, em New Jersey (EUA), em setembro de 2014. Passados quase 3 anos reencontrou-o depois de ver a sua fotografia na página de Facebook de uma Associação.