Vila Facaia | APMVEAC entrega uma tonelada de alimento para cão

Vila Facaia | APMVEAC entrega uma tonelada de alimento para cão

Na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande, a Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia (APMVEAC) em parceria com a Propecuária – Affinity, entregou no dia 7 de julho, em Vila Facaia, um donativo de aproximadamente uma tonelada de alimento seco para cão.

Esta freguesia do município de Pedrogão Grande, com 17,32 km² de área e 579 habitantes, foi das mais fustigadas pelo incêndio do dia 17 de junho, cujas consequências foram, como é conhecido, catastróficas. A maior parte das famílias sofreu danos materiais, incluindo habitações, viaturas, colheitas e animais de produção que serviam de sustento de grande parte da população.

FullSizeRender

Necessitam, por isso, de apoio em géneros, sobretudo alimentícios, mobiliário, vestuário e alimento para os seus animais de companhia (maioritariamente cães) e de produção (maioritariamente aves, mas também ovinos, caprinos, suínos e bovinos).

A APMVEAC refere que “estamos convictos que o nosso contributo para que as famílias de Vila Facaia alimentem os seus animais de companhia, assim como os restantes donativos da sociedade civil, será uma mais valia no período de restabelecimento da normalidade e recuperação das suas perdas, que desejamos que seja o mais breve possível”.

FullSizeRender 3

 

Artigos relacionados

Sete anos depois… a cadela Zara é encontrada e está de regresso a casa

A Zara de raça Labrador, que havia desaparecido durante uma tempestade em Vila Nova de Gaia, foi encontrada em Ovar, sete anos depois.

Em pele e osso: Crise na Venezuela aumenta abandonos

Numa reportagem da Reuters – It’s a dog’s life – o fotógrafo Carlos Garcia Rawlins dá a conhecer esta realidade, partilhando imagens de cães “em pele e osso” no abrigo de Famproa, em Los Teques.

Max e Louise: duas verdadeiras estrelas das redes sociais

O Max e a Louise são verdadeiras estrelas nas redes sociais, particularmente no Instagram. Vivem em Lisboa, têm quase 28 mil seguidores e fotografias de fazer inveja a muita gente.