Vila Facaia | APMVEAC entrega uma tonelada de alimento para cão

Vila Facaia | APMVEAC entrega uma tonelada de alimento para cão

Na sequência dos incêndios de Pedrógão Grande, a Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia (APMVEAC) em parceria com a Propecuária – Affinity, entregou no dia 7 de julho, em Vila Facaia, um donativo de aproximadamente uma tonelada de alimento seco para cão.

Esta freguesia do município de Pedrogão Grande, com 17,32 km² de área e 579 habitantes, foi das mais fustigadas pelo incêndio do dia 17 de junho, cujas consequências foram, como é conhecido, catastróficas. A maior parte das famílias sofreu danos materiais, incluindo habitações, viaturas, colheitas e animais de produção que serviam de sustento de grande parte da população.

FullSizeRender

Necessitam, por isso, de apoio em géneros, sobretudo alimentícios, mobiliário, vestuário e alimento para os seus animais de companhia (maioritariamente cães) e de produção (maioritariamente aves, mas também ovinos, caprinos, suínos e bovinos).

A APMVEAC refere que “estamos convictos que o nosso contributo para que as famílias de Vila Facaia alimentem os seus animais de companhia, assim como os restantes donativos da sociedade civil, será uma mais valia no período de restabelecimento da normalidade e recuperação das suas perdas, que desejamos que seja o mais breve possível”.

FullSizeRender 3

 

Artigos relacionados

Inglaterra | Mãe e filha acusadas de maus-tratos ao próprio cão

Poppy, um cão de raça West Highland White Terrier, foi encontrado com uma infeção na pele, sem qualquer tratamento há três anos.

Cerca de 500 animais morrem em Zoo na Inglaterra nos últimos 4 anos

Entre dezembro de 2013 e setembro de 2016, 486 animais morreram devido a inanição, hipotermia, acidentes e outras causas.

Évora promove Programa “Esterilizar Solidário”

Estão abertas as inscrições para a próxima Campanha de Castração (cães e gatos), que vai decorrer durante o mês de outubro e novembro, em exclusivo para animais de munícipes residentes em Évora em situação de carência económica.