A saúde dos animais tem de ganhar mais peso do que eles!

A saúde dos animais tem de ganhar mais peso do que eles!

No âmbito da luta contra obesidade, a Royal Canin vai certificar 150 Clínicas e Hospitais Veterinários com Programas de Perda e Controlo de Peso.

Além dos Programas preparados por especialistas, os veterinários terão o apoio de trainers e vários materiais para uma melhor implementação do Programa e, claro, do tratamento dos animais com excesso de peso ou obesidade.

Em todo o mundo, mais de metade dos animais de estimação tem excesso de peso ou obesidade. Para reduzir este número é essencial sensibilizar os tutores para este problema, que está a assumir proporções epidémicas e que afeta a saúde e esperança de vida dos animais.

A obesidade, considerada pela WSAVA (World Small Animal Veterinary Association) uma doença crónica, provoca uma redução expressiva na esperança média de vida, estando também associada ao aparecimento mais precoce de uma série de patologias – osteoartrite, diabetes mellitus, problemas cardiovasculares, etc -, que provocam uma perda significativa de qualidade de vida nestes animais.

Investindo mais uma vez na promoção do bem-estar e da saúde dos animais de estimação, a Royal Canin vai lançar um projeto-piloto de Programas de Perda e Controlo de Peso para certificar 150 clínicas e hospitais veterinários portugueses até ao final do ano – 450 na Península Ibérica.

O lançamento oficial deste plano decorreu no Vet Summit, evento exclusivo para equipas veterinárias, que teve lugar a 16 de maio. A Royal Canin, um dos principais patrocinadores, esteve presente com um stand de apoio e esclarecimento, dedicado ao Programa de Perda e Controlo de Peso e aos produtos da gama SATIETY.

Promoveu ainda a palestra “Let’s Get Physical”, onde Thierry Correia, médico veterinário do Departamento de Comunicação Científica da Royal Canin Portugal, revelou quais são os cinco passos para implementar com sucesso Programas de Perda de Peso e contou com o testemunho da Dra. Mafalda Pires Gonçalves, que falou sobre o sucesso do programa “Ganhar Anos de Vida” levado a cabo no Hospital Veterinário do Restelo.

Segundo Thierry Correia, “sensibilizar as equipas veterinárias para o problema do excesso de peso e da obesidade e consciencializar os tutores de que o excesso de peso dos seus animais traz problemas de saúde, são os principais desafios para a implementação eficaz dos Programas de Perda de Peso”.

“A Royal Canin desenvolveu o Programa de Perda e Controlo de Peso, cujo mote é ‘A Saúde tem de ganhar mais peso do que eles’, para fornecer às equipas veterinárias materiais que lhes permitam facilitar o tratamento e acompanhamento dos animais de estimação com excesso de peso e utensílios que sejam eficazes na sensibilização dos tutores para o problema crescente que é a obesidade, promovendo o seu compromisso para a promoção do peso saudável no seu animal”, explica Thierry Correia.

Joana Pereira, médica veterinária do Departamento de Comunicação Científica da Royal Canin Portugal, revela que “o Programa de Perda de Peso é a única forma de recuperar a qualidade de vida do animal com excesso de peso ou obesidade. Para o seu sucesso é imperativo o compromisso dos tutores na promoção do exercício físico, na escolha do alimento adequado e no respeito pelas necessidades energéticas, bem como a dedicação da equipa veterinária”.

Artigos relacionados

Rottweiler Clube de Portugal solidário com a vítima e família

O Rottweiler Clube de Portugal publicou um comunicado na sua página de Facebook em que lamenta este incidente com a raça, mostrando-se totalmente solidário com a vítima e respetiva família.

Alegro Alfragide com campanha solidária

O Centro Comercial Alegro Alfragide assinala o Dia Mundial do Animal com uma campanha a favor da “Missão Patas Felizes”. Durante o dia 4 de outubro basta ir à página de Facebook e publicar uma fotografia do seu animal de estimação. Quantas mais fotografias, maior será a verba a oferecida. 

Coelhos penhorados em Estarreja vão ser removidos esta quinta-feira

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) vai proceder esta quinta-feira ao despovoamento da exploração de cunicultura em Estarreja, onde foram penhorados cinco mil coelhos