Olhão | ADAPO procura local para acolher a sua enfermaria

A ADAPO – Associação de Defesa dos Animais e Plantas de Olhão lançou um pedido de ajuda para encontrar um espaço para alojar os cerca de 20 animais que tem no edifício que serve como enfermaria.

A ADAPO tem usado nos últimos anos uma moradia, que lhes foi gentilmente cedida temporariamente para o efeito, como enfermaria de gatos. Nesta casa, também conhecida como “Pós-Operatório”, centenas de animais têm sido tratados após serem esterilizados (campanhas de esterilização), atropelados ou recolhidos doentes da rua.

Neste momento residem no Pós-Operatório cerca de 2 dezenas de gatos e 2 cadelas, a maior parte com problemas de saúde crónicos que impedem a sua adoção ou transferência para o gatil.

De momento a casa está à venda e a ADAPO não tem verba para a comprar, porque isso procura uma casa ou loja em Olhão que possa servir de enfermaria.

É muito importante que o espaço seja em Olhão, pois a responsável pelo Pós-Operatório desloca-se a pé, duas vezes ao dia, para tratar os animais – antes de depois do trabalho – e que a casa tenha água para fazer a limpeza.

A ADAPO paga o IMI, água e luz, e faz os pequenos arranjos necessários (pinturas, reboques de parede, instalação elétrica, etc.).

Artigos relacionados

Novo albergue da AAQ em Gondomar

O projeto da Associação Animais da Quinta (AAQ) venceu o Orçamento Participativo 2017 da Câmara Municipal de Gondomar.

Proibição de utilização de animais nos circos vai ser debatida no parlamento

O fim da utilização de animais nos circos e espetáculos similares vai ser discutido no parlamento na quinta-feira, por iniciativa do PAN.

Bombeiro salva cão preso num poço de três metros de profundidade

[Com vídeo] Esta é a prova de que o Homem também consegue ser o melhor amigo do cão. Na China, o herói do momento foi um bombeiro.