Morreu o cão que permaneceu durante 10 anos no cemitério onde o dono foi sepultado

Morreu o cão que permaneceu durante 10 anos no cemitério onde o dono foi sepultado

Capitão, o cão que permaneceu no cemitério onde o dono foi sepultado durante dez anos, morreu com problemas de saúde, nomeadamente de visão e nas articulações, aparecendo morto junto à campa do dono, Miguel Guzmán, segundo avança o site espanhol 20minutos. Tudo aconteceu em Villa Carlos Paz, uma província de Cordoba, na Argentina.

Em 2005, o animal de 16 anos foi um presente de Miguel, que acabou por falecer um ano depois, para o seu filho Damián. Quando o dono morreu, Capitão desapareceu de casa, sendo depois encontrado pela família no cemitério, muito próximo do dono.

A florista do cemitério, Marta Clot, que ficou responsável por alimentar o animal – assim como dar-lhe a medicação necessária -, confessou nunca ter visto nada assim.

Uma vez que o cão viveu grande parte dos últimos dias no cemitério, várias pessoas pedem para que os restos mortais do animal sejam depositados no cemitério. Para isso, será necessária uma autorização especial.

 

Artigos relacionados

A cadela Abby perdeu mais de metade do peso e ganhou uma nova família

A Abby é uma Cavalier King Charles Spaniel de 7 anos que pesava 25 kg! Sofria de obesidade mórbida e mal conseguia respirar. Mas tudo mudou… conheça a sua história.

Silves | Canil Municipal vai ser renovado

A renovação dos pavimentos das celas de alojamento e recobro, a aquisição de novos comedouros, bebedouros e estrados são algumas das obras de remodelação a serem feitas no Canil Municipal de Silves. 

Itália | Cão resgatado com vida de buraco com 25 metros de profundidade

Um cão, chamado Tobby, foi resgatado de um buraco de 25 metros, em Itália, quando caiu numa altura em que estava a passear com o dono na zona de Creazzo.