Monchique | Animais retirados da zona do incêndio estão ser alimentados

Os animais que foram retirados das zonas afetadas pelo incêndio de Monchique estão a ser alimentados e a receberem cuidados, garantidos pela Câmara Municipal.

Segundo o Sul Informação, o Presidente da Câmara Municipal de Monchique, Rui Miguel André, disse que “Está a ser feito o acompanhamento dos animais que ficaram nas casas, alimentando-os. Falei com as autoridades veterinárias para ser encaminhado alimento para esses animais, nomeadamente vacas, ovelhas e cavalos. Quanto aos animais de companhia, estamos a trazê-los para o centro de acolhimento que criámos e que funciona na escola EB 2,3 de Monchique, e assim que for possível, as pessoas voltam para casa com os seus animais domésticos”.

Foi solicitado apoio ao Ministério da Agricultura. Segundo o autarca “O Ministério da Agricultura tem já disponível, através da Companhia das Lezírias, alimentação animal para suprir as necessidades que venham a ser identificadas, aguardando igualmente pedidos de apoio dos produtores afetados, para avançar com ajuda, logo que possível. A Quinta do Freixo ofereceu uma carga de palha e ração para ovinos.

No terreno, os serviços de Proteção Civil e a Veterinária Municipal de Monchique procedem à identificação de situações que careçam de apoio para evacuação, tratamento ou alimentação de animais nas zonas de incêndio.

Quanto aos animais que morreram no incêndio “Em articulação com as autoridades veterinárias e de saúde pública, estamos a inventariar e a fotografar os animais, para acautelar alguma coisa que seja necessária, mas depois estamos a enterrá-los”, disse Rui André.

Fonte: Sul Informação

Artigos relacionados

Costa da Caparica | Tartaruga de 1,7 metros apanhada em rede

Tartaruga-de-couro, de 1,7 metros, apanhada numa rede de pesca na Costa Caparica foi levada para reabilitação no CRAM, antes de ser devolvida ao mar.

Dia Mundial do Animal no MAR Shopping Matosinhos

No fim-de-semana de 30 de setembro e 1 de outubro, o MAR Shopping Matosinhos promove uma ação de angariação de donativos e de sensibilização sobre as vantagens de tornar o seu companheiro de quatro patas dador de sangue.

Nova espécie de primatas descoberta por cientistas em Angola

Uma nova espécie de galagos anões, um primata da família dos galonídeos, foi descoberta por uma equipa britânica de cientistas na floresta da Kumbira, em Angola.