Libertados mais dois linces-ibéricos em Mértola

Libertados mais dois linces-ibéricos em Mértola

De acordo com um comunicado do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) teve início a 17 de fevereiro a nova época de libertações de linces deste ano.

Dois linces, um macho e uma fêmea, oriundos do Centro Nacional de Reprodução em Cativeiro de Lince-Ibérico (CNRLI), em Silves, iniciam a sua vida em meio natural na área do Vale do Guadiana.

Noudar e Niassa são os primeiros animais a ser libertados em 2017, reforçando a viabilidade do núcleo de linces do concelho de Mértola. Estes linces, ao contrário dos seus progenitores fundadores do Programa de Reprodução em Cativeiro, não tiveram contacto direto com humanos e possuem um comportamento selvagem.

A equipa de técnicos e tratadores em Silves, acompanhou o seu nascimento e evolução indiretamente, através de um sistema de câmaras de videovigilância, avaliando as suas capacidades com base numa experiência de mais de 5 anos de observação contínua de linces e crias.

Seguindo um protocolo estabelecido no Programa Ex situ Ibérico, são fornecidos coelhos bravos a estes animais para que as suas aprendizagens de caça fiquem consolidadas. Antes da sua libertação seguem ainda um programa de vacinação e são realizadas análises à sua condição sanitária.

Veja o vídeo que conta um ano da vida do lince-ibérico Mel.

No Vale do Guadiana foram libertados, desde 2015, 19 animais dos quais 12 – Macela, Jacarandá, Mel, Luso, Katmandú, Mesquita, Lagunilla, Mistral, Malva, Liberdade, Mirandilla e Moreira, possuem já territórios estabilizados na área do Sítio “Guadiana”, da Rede Natura 2000. Estes indivíduos são monitorizados por uma equipa no terreno através de seguimento por sinais rádio e/ou GSM ou por foto-armadilhagem.

Até março de 2017 serão libertados 8 linces no concelho de Mértola, todos nascidos em cativeiro, há quase um ano atrás, nos cinco centros de cria existentes na Península Ibérica.

 

Artigos relacionados

​Insólito | ​Cientistas filmam veado a comer restos humanos

​​Os veado​s são animais tipicamente herbívoros, mas ocasionalmente podem comer carne ou mastigar ossos.

No Zoo Santo Inácio o Natal são 3 dias!

De 20 a 22 de dezembro os mais pequenos podem descobrir o lado selvagem do maior parque zoológico do norte do país.

Critterati: já conhece o primeiro hotel de luxo para cães na Índia?

No Critterati, o primeiro hotel de luxo para cães no sul da Ásia, todos os cães são tratados como príncipes.