Lançado concurso para abrigo intermunicipal de animais no Bombarral e Cadaval

Os Municípios do Bombarral e do Cadaval lançaram um concurso para construir um Centro Intermunicipal de Recolha de Animais.

Estas duas vilas têm apenas dois abrigos para animais e estão sobrelotados. E de forma a melhorarem as condições de acolhimento dos animais, as duas Câmaras lançaram um concurso, no valor de 400 mil euros, para construir um Centro Intermunicipal de Recolha de Animais, que servirá os dois concelhos.

Este projeto contempla boxes para os animais, áreas de atendimento administrativo, tratamentos veterinários e armazenagem de rações e outros produtos. As obras terão um prazo de execução de seis meses, num terreno localizado na freguesia do Cadaval, onde funcionou até 2001 uma lixeira intermunicipal, selada após a inauguração do Aterro Intermunicipal do Oeste.

Como avança a Câmara Municipal do Cadaval, todos os custos decorrentes da conceção, construção e edificação são suportados, na proporção de 50%, por cada um dos municípios.

Desde que entrou em vigor a legislação que proíbe o abate de animais domésticos que as autarquia têm tido dificuldade a dar resposta no que diz respeito às exigências legais em termos de bem-estar animais, por isso,

Desde 2017, ano em que entrou em vigor a legislação que proíbe o abate de animais domésticos, que têm existido dificuldades em dar resposta a todas as situações e, por esse motivo, a Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim) admitiu avançar com os primeiros centros de recolha de animais intermunicipais.

Artigos relacionados

EUA | Gato Persa arrastava “tapete” de pelo com mais de 2 kg

Quando o gato Sinbad chegou à The Anti-Cruelty Society, em Chicago, o pessoal do abrigo ficou chocado. Magro e desnutrido, o Persa arrastava um tapete de pelo e sujidade com mais de 2 kg. Veja o antes e depois!

Homem resgata urso bebé mas pode ser acusado de crime pelas autoridades

Um verdadeiro herói nas redes sociais, Corey Hancock, 41 anos, poderá vir a ser acusado criminalmente em Oregon, nos Estados Unidos.

GNR diz que houve 65 ataques de cães perigosos este ano

Os dados divulgados pela GNR indicam que houve 65 ataques de cães perigosos este ano, um valor abaixo do período homólogo, quando foram registados 71 ataques.