Jardim Zoológico tunisino reabre portas após tragédia com morte de crocodilo

Jardim Zoológico tunisino reabre portas após tragédia com morte de crocodilo

Um Jardim Zoológico que foi obrigado a fechar portas depois de um crocodilo ter sido apedrejado até à morte foi reaberto ao público, mas com nova sinalização. Antes de entrarem no zoo, os visitantes são devidamente informados de que não podem atirar qualquer tipo de objetos para o recinto onde estão os animais.

O Belvedere Zoo, na Tunísia, encerrou em março, devido a um protesto público pela morte do animal, com várias fotografias nas redes sociais a mostrarem o estado do crocodilo após ter sido apedrejado.

“Algumas pessoas, quando vêem um leão a dormir, por exemplo, querem atirar-lhe pedras para ele acordar e levantar-se. Pedimos que parem, por favor”, disse Taoufik Yaacoubi, um dos guardas do Jardim Zoológico, citado pelo ‘Daily Mail’.

Desde que o zoo reabriu, houve uma “melhoria de comportamento”. “Temos um Jardim Zoológico melhor”, disse Mahmoud Latiri, diretor da instituição.

Artigos relacionados

Vá de férias, tome conta de um animal e não pague a estadia!

Gosta de animais e quer viajar sem pagar estadia? É simples, só tem de cuidar da casa e dos animais de companhia de donos em férias! Conheça esta plataforma para pet lovers.

Estádio no Brasil inaugura espaço para adeptos caninos

O encontro desta quarta-feira entre Cruzeiro e São Paulo, alusiva à Copa do Brasil, contou com a presença de espectadores especiais.

GNR apreende 37 animais em operação de proteção da vida selvagem

Foram registadas 38 contraordenações e apreendidos 37 animais ao longo dos sete dias de operação dedicada à proteção de espécies da vida selvagem, que se realizou entre 3 e 9 de abril em todo o país.