Jardim Zoológico tunisino reabre portas após tragédia com morte de crocodilo

Jardim Zoológico tunisino reabre portas após tragédia com morte de crocodilo

Um Jardim Zoológico que foi obrigado a fechar portas depois de um crocodilo ter sido apedrejado até à morte foi reaberto ao público, mas com nova sinalização. Antes de entrarem no zoo, os visitantes são devidamente informados de que não podem atirar qualquer tipo de objetos para o recinto onde estão os animais.

O Belvedere Zoo, na Tunísia, encerrou em março, devido a um protesto público pela morte do animal, com várias fotografias nas redes sociais a mostrarem o estado do crocodilo após ter sido apedrejado.

“Algumas pessoas, quando vêem um leão a dormir, por exemplo, querem atirar-lhe pedras para ele acordar e levantar-se. Pedimos que parem, por favor”, disse Taoufik Yaacoubi, um dos guardas do Jardim Zoológico, citado pelo ‘Daily Mail’.

Desde que o zoo reabriu, houve uma “melhoria de comportamento”. “Temos um Jardim Zoológico melhor”, disse Mahmoud Latiri, diretor da instituição.

Artigos relacionados

Cascais vai ter um novo Centro de Recolha Oficial de Animais

O novo centro de recolha, que será inaugurado na próxima terça-feira, 13 de junho, às 10h30, aumenta a capacidade de acolhimento de animais e está equipado com modernos meios tecnológicos.

Inauguração de duas Lojas Kiwoko

A maior cadeia de lojas para animais de companhia de Espanha, inaugurou a 11 de junho as duas primeiras megastores Kiwoko em Portugal, em Portimão e Albufeira. Mais de 800

Dois novos Educadores na ÂNIMAS

A ÂNIMAS congratula-se pela chegada à sua equipa de dois novos Instrutores Caninos, Carlos Costa e Abílio Leite, que se especializaram em Cães de Assistência para Crianças com Autismo, na Fundação Bocalán.