O gato e a árvore de Natal

O gato e a árvore de Natal

Nesta época a nossa casa passa por várias alterações de decoração, rotinas, amigos e família que ficam por uns dias, todas estas alterações podem representar stress para o seu gato. E está declarada guerra à árvore de Natal…

A árvore de Natal pode ser natural ou sintética, mas tenha sempre em consideração que esta será o novo arranhador que o seu gato irá trepar com todo o entusiasmo.

Vá introduzindo este novo elemento de forma faseada. De início coloque só a árvore e deixe o seu gato conhece-la, depois então pode introduzir bolas, fitas e outros enfeites que queira usar.

Opte por uma decoração mais simples e segura, todos os enfeites que tenham movimento representam uma atração irresistível.

Ter gatos e árvore de Natal vai ser desafiante, mas não puna o seu gato (com um borrifador ou fechando a porta da divisão onde está a árvore) quando este procurar trepar a árvore, ele só está a fazer o que lhe é natural.

Árvore de Natal
» Tenha cuidado com o que pode ser ingerido, se o pinheiro for natural as agulhas são perigosas se ingeridas, ou podem causar lesões nos olhos;
» Tenha cuidado com os fios, fitas e cordas, que podem acabar por ser ingeridos;
» Não use enfeites que se possam partir;
» Evite deixar as luzes da árvore ligadas sem a sua supervisão;
» A neve artificial pode ser tóxica para os gatos quando ingerida.

Neste Natal, mesmo que a árvore de Natal venha ao chão, ou que o gato apareça em cima da mesa na Consoada, lembre-se que ele só quer conhecer e aproveitar cada momento ao seu lado. Temos a certeza que esta quadra é mais feliz na companhia do seu amigo felino!

Artigos relacionados

Dia Internacional do Cão-Guia

Sabia que o Dia Internacional do Cão-Guia é comemorado na última quarta-feira de abril?

12 Dicas | Encontrei um gato bebé! E agora?

Estamos numa altura do ano em que há muitas ninhadas, por isso é frequente encontrar gatinhos nas nossas ruas que exigem cuidados particulares para crescerem saudáveis. Se encontrar um gatinho siga estas 12 dicas!

Jane Goodall traz a Lisboa a voz dos animais na National Geographic Summit

“Se não se importam, darei voz àqueles que não podem estar presentes.” É assim que Jane Goodall inicia todas as suas palestras, fazendo o som característico de um chimpanzé quando este se apresenta a alguém.