Faro | Forum Algarve vai ter nova zona Pet Friendly

Os cartazes anunciam que “O Forum Algarve vai mudar” e entre as novidades, nesta grande superfície às portas de Faro, está a criação de um inovador espaço para animais de estimação, a inauguração do novo parque infantil e a expansão e total renovação da área da restauração.

Em declarações ao Barlavento, o  diretor-geral Sérgio Santos revela que o Forum Algarve “será o primeiro centro comercial de Portugal e talvez da Europa a ter um espaço totalmente pet friendly. Vamos fazer algo nunca antes foi visto e abrir um espaço inovador destinado ao lazer, e por isso vão deixar de haver razões para não trazer o seu melhor amigo» sempre que for passear ou às compras.

forum_algarve

Até agora, já era possível circular com cães nos espaços abertos do Forum Algarve. No entanto, a nova área vai ter um conjunto de valências específicas que vão permitir o bem-estar dos tutores e dos seus animais de estimação.

De acordo com Sérgio Santos “não existirão restrições ou diferenciações em termos de raças. Será um espaço delimitado e ao ar-livre, disponível para todos”. Referindo ainda que inclusivamente “algumas das lojas já permitem a entrada de animais”.

O novo espaço pet friendly deve ser inaugurado entre os próximos dias 20 a 24 de julho.

Fonte: Barlavento

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS
Cãopanheiros vão poder visitar o Alegro Alfragide a partir de 13 de maio

 

Artigos relacionados

Em pele e osso: Crise na Venezuela aumenta abandonos

Numa reportagem da Reuters – It’s a dog’s life – o fotógrafo Carlos Garcia Rawlins dá a conhecer esta realidade, partilhando imagens de cães “em pele e osso” no abrigo de Famproa, em Los Teques.

Cães são resgatados após serem atirados para tanque da ETAR de Soure

Vários elementos da associação Sourepatas terão resgatado dois cães que foram atirados para um tanque da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Soure, em Coimbra.

Berlusconi “salva” cinco cordeiros de serem servidos no almoço de Páscoa

Silvio Berlusconi, antigo primeiro-ministro italiano, aderiu a uma campanha vegetariana e “salvou” cinco cordeiros que teriam sido mortos para o almoço de Páscoa.