Escócia | Mulher deixa dois cães morrer e fica proibida de ter animais durante 20 anos

Escócia | Mulher deixa dois cães morrer e fica proibida de ter animais durante 20 anos

Uma mulher foi proibida de ter animais durante 20 anos e ainda condenada a trabalho comunitário na sequência de ter deixado oito cães numa carrinha, expostos a temperaturas de cerca de 40 graus, enquanto estava num encontro de negócios, em Glasgow, na Escócia. Dois dos animais, Milly e Cody, não resistiram e acabaram mesmo por morrer.

A cuidadora profissional de animais, Helen Campbell, de 59 anos, alegou em tribunal que “perdeu a noção do tempo”. A cuidadora, inicialmente, mentiu aos donos, dizendo que os cães fugiram e foram encontrados mortos. Porém, mais tarde acabou por admitir que os abandonou no veículo sem quaisquer condições.

O tribunal de Glasgow declarou que Helen Campbell infringiu a Lei de Saúde e Bem-Estar Animal e impôs 116 horas de serviço comunitário, proibindo-a de ficar com animais nos próximos 20 anos.

Artigos relacionados

Finlândia | Golfista decapita ganso para acabar com o seu sofrimento

Um homem golfista, cuja identidade não foi revelada, foi filmado a decapitar um ganso com um taco de golfe, na Finlândia, na semana passada, mas já veio a público explicar a razão pela qual o fez. 

Dono perdeu tanto peso que o seu cão precisou de o cheirar para o reconhecer

Um cão chamado Willie não via o seu dono há 5 semanas e, quando o voltou a ver, não acreditava que era mesmo ele!

Vídeo de cadela abandonada em profunda tristeza torna-se viral na internet

Abandonada pelos donos, Electra tem quatro anos e vivia no abrigo para animais Inland Valley Humane Society em Pormona, nos Estados Unidos.