Dia Mundial da Tartaruga no Jardim Zoológico

Saia da carapaça e conheça o fascinante mundo das Tartarugas! É o convite do Jardim Zoológico que alerta para o perigo de extinção de um dos répteis mais antigos do mundo.

No dia 23 de maio comemora-se o Dia Mundial da Tartaruga e o Jardim Zoológico tem preparadas diversas atividades para celebrar a vida deste réptil peculiar.

As iniciativas, que decorrem entre os dias 21 e 25 deste mês, pretendem promover o conhecimento dos visitantes sobre estes animais, alertá-los para o risco de extinção e incentivá-los a contribuir para a sua conservação, através do Apadrinhamento Individual.

No Reptilário, pelas 14h30, miúdos e graúdos serão convidados a conhecer algumas das 15 espécies de tartarugas que habitam no Zoo, e a participar num Encontro com o Tratador. Além de poderem explorar diversas temáticas sobre este grupo de vertebrados, terão ainda a oportunidade única de ver de perto alguns materiais zoológicos, como carapaças, ovos e escamas de diferentes cores e tamanhos.

As tartarugas caracterizam-se pela carapaça dura, formada por placas ósseas fundidas com o esqueleto. Conhecidas pela sua longevidade (algumas espécies podem viver mais de 100 anos), são alvo de inúmeras ameaças, como a captura e recolha dos adultos, juvenis e ovos para consumo humano, o comércio de espécies exóticas e a destruição dos habitats, o que tem vindo a reduzir drasticamente a população da maioria das espécies de tartaruga.

O Zoo participa ativamente na conservação da Tartaruga-do-egipto (Testudo kleinmanni) através do seu Programa Europeu de Reprodução de Espécies Ameaçadas (EEP); colabora para o Studbook Europeu da Tartaruga-de-pescoço-comprido-de-roti (Chelodina mccordi) e coordena o Studbook Europeu da Tartaruga-espinhosa (Heosemys spinosa).

Das 15 existentes no Jardim Zoológico, 7 encontram-se atualmente em perigo de extinção, sendo premente a modificação dos comportamentos no sentido da sua conservação.

“A passo de tartaruga” ou não, visite o Jardim Zoológico e apadrinhe uma tartaruga. Seja um verdadeiro “ninja” pela conservação da Natureza.

Artigos relacionados

Esquilo ataca cinco pessoas no Prospect Park de Brooklyn em Nova Iorque

As autoridades avançam que o animal terá contraído o vírus da raiva que lhe provocou este tipo de comportamento, muito pouco habitual em esquilos.

Brasil | Gesto generoso de cadela resgatada está a tornar-se viral

Lana, uma cadela de oito meses, foi resgatada das ruas pela sua dona Suelen Schaumloeffel, no Brasil, e é agora protagonista de um momento… de ternura.

Crimes contra animais de companhia aumentam 22% em 2016

No ano passado, as autoridades policiais registaram 1.623 participações, mais 293 do que em 2015, de acordo com o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI).