Cão morre enquanto viajava no porão de um avião da TAP

Num voo entre Madrid e Porto, que dura cerca de 1h15, um Bouledogue Francês morreu, enquanto viajava no porão de um avião da TAP.

A denúncia, feita por Milton Costa, o dono do animal, quando viu o estado em que se encontrava o seu cão. No seu Facebook, Milton mostra-se indignado, dizendo “quando fui recolher o meu cão do avião, parecia que tinha sido transportado dentro de um forno. Estava a arder e morreu asfixiado de tanto calor”. Milton acompanha o texto com uma fotografia do seu cão, que não aconselhamos as pessoas mais sensíveis a verem.

Quando se aperceberam da situação, foi chamado um médico veterinário que pronunciou o óbito, no local.

Segundo o NIT, a TAP já reagiu, e defende-se dizendo que estavam reunidas todas as condições para o transporte. Desde que cumpram todas as normas de higiene e segurança, os animais que pesem menos de 8 kg podem viajar com o passageiro na cabine, e os que têm acima de 8 kg e máximo de 32 kg, devem ir no porão, numa transportadora própria.

Consulte AQUI as condições de transporte de animais pela TAP.

 

 

NOTÍCIAS RELACIONADAS:
»
EUA | Cão morre durante voo dentro do compartimento de bagagem

Artigos relacionados

Cria de panda gigante nasceu hoje no Jardim Zoológico de Tóquio

Uma cria de panda gigante nasceu hoje no Zoológico de Ueno da capital japonesa, o primeiro nascimento dessa espécie vulnerável neste parque de Tóquio, informou o centro em comunicado.

Crocodilo apedrejado até à morte em Jardim Zoológico da Tunísia

A denúncia foi feita pela Câmara Municipal de Tunes, na Tunísia, que publicou no sua conta do Facebook várias fotografias do incidente.

Macaco selvagem com obesidade mórbida encontra-se em reabilitação na Tailândia

Um macaco selvagem, conhecido por “Tio Gordo”, tem excesso de peso e encontra-se em reabilitação, tendo sido resgatado na Tailândia em estado crítico.