Brasil | Mulher morre em incêndio ao salvar cães de que tomava conta

Fernanda Pereira Fernandes, protetora dos animais, morreu, na passada quarta-feira, na sequência de um incêndio na sua casa em São Paulo, no Brasil. A mulher, que cuidava de pelo menos 10 animais, avançou em direção às chamas e conseguiu salvar nove deles, mas acabou por não resistir ao sucedido.

Aposentada por invalidez, Fernanda, que vivia numa casa pré-fabricada de madeira em cima da casa do seu irmão, tentava salvar um cão quando tudo aconteceu. A vítima havia regressado da padaria quando viu a sua casa a arder, correndo para salvar os animais de que tomava conta –  até estes serem adotados.

Os bombeiros foram chamados ao local, mas o teto da casa de Fernanda Pereira Fernandes desabou antes de ela sair do local. Fernanda e uma cadela não resistiram e faleceram no local. Outra cadela sofreu ferimentos e foi transportada para um hospital veterinário. No entanto, também não sobreviveu à tragédia.

O irmão de Fernanda só chegou ao local após o incêndio.

Artigos relacionados

Estado da Índia aprova pena de prisão perpétua para quem matar vacas

Em Gujarat, na zona oeste da Índia, foi aprovado um projeto de lei que dá pena de prisão perpétua e multas de cerca de 1.400 euros para os crimes de massacre de vacas.

Ex-Presidente da Coreia do Sul acusada de abandonar nove cães

Park Geun-hye, a primeira mulher presidente da Coreia do Sul, é acusada de abandonar nove cães, depois de ter sido destituída do cargo por um escândalo de corrupção.

Duas agentes da Polícia Municipal de Cascais salvam dois cães na A16

Duas agentes da Polícia Municipal de Cascais resgataram dois cães na autoestrada que faz a ligação Belas-Sintra-Cascais.