Brasil | Lei proíbe cães acorrentados e sempre presos

A nova lei municipal já está em vigor e torna mais clara a definição do que é considerado maus tratos a animais.

A vereadora de Florianópolis, Maria da Graça, conhecida por ser uma grande defensora dos animais, lançou uma lei que proíbe que os donos dos cães deixem os seus animais presos à corrente ou fechados durante períodos muito longos num determinado sítio.

Só poderão ser usadas coleiras nos animais agressivos.

Segundo o Correio da Manhã, de acordo com a recente lei brasileira, considera-se impróprio qualquer meio de limitação da liberdade de movimento de animais domésticos. Todos os meios de aprisionamento, permanentes ou habituais, tornam-se ilegais. No caso de extrema necessidade de contenção, o animal deverá ser preso a uma corrente que estique e encolha de acordo com os movimentos do cão, com no mínimo oito metros de comprimento.

Houve alguma polémica em torno de toda esta situação: alguns defenderam que manter os cães sempre presos poderia despertar ou potenciar instintos agressivos nos cães.

O que acha desta nova lei brasileira?

Fonte: Correio da Manhã

Artigos relacionados

Sabia que é ilegal remover os ninhos de andorinhas?

Não é permitida a remoção de ninhos de andorinhas na altura em que estas estão a nidificar. Saiba o que deve fazer e como denunciar esta prática.

Já planeou as férias do seu gato?

Quando partimos de férias, três cenários se colocam aos nossos gatos: vão connosco, ficam em casa ao cuidado de uma cat sitter ou vão para um hotel para gatos.

Jane Goodall traz a Lisboa a voz dos animais na National Geographic Summit

“Se não se importam, darei voz àqueles que não podem estar presentes.” É assim que Jane Goodall inicia todas as suas palestras, fazendo o som característico de um chimpanzé quando este se apresenta a alguém.